• Do Norte Ao Norte

A rústica Ilha de Algodoal no Pará

Um lugar onde o tempo ainda passa bem devagar



Durante os 17 dias que passamos em Belém, tivemos a oportunidade de nos fins de semana, conhecer algumas cidades do interior, com nossa amiga e anfitriã Taísa. Um desses lugares foi a Ilha de Algodoal.


Para chegar na Ilha é preciso enfrentar 165km de Belém até a cidade de Marudá, onde obrigatoriamente você precisa deixar o carro. Lá, existem diversos estacionamentos que variam de R$10 a R$15 por dia. Isso é necessário, porque na Ilha não é permitido a entrada de nenhum veículo automotor.



De Marudá até Algodoal são mais 40 minutos de barco. No porto, as saídas geralmente são de uma em uma hora e custa R$8,50 por pessoa (em Dezembro de 2016). Ainda no Porto, um dos barqueiros nos perguntou se nós já tínhamos feito reserva de alguma pousada, e a gente como sempre, ia deixar para procurar quando chegasse lá. Porém, ele nos indiciou uma pousada que ficava próximo do Porto, chamada Encanto da Ilha.


Depois de toda essa missão, finalmente chegamos na Ilha, e de cara já se depara com as carroças com nome de carros esperando para fazer o transporte de nativos e turistas. Esses transportes variam de R$5 a R$10 dependendo da distância. Como a pousada que nós ficamos era próximo, deixamos para experimentar esse meio de transporte num segundo momento.



Na pousada fomos muito bem recebidos pela dona Maria, que nos apresentou o lugar e foi lá mesmo que ficamos. Um lugar bem rústico, com um bom custo x benefício, R$120 um quarto para 3 pessoas. Depois de devidamente instalados, fomos dar um giro pela Ilha.


Por indicação dos próprios nativos, o point da ilha é sem dúvida a Praia da Princesa e para chegar lá você tem as seguintes opções:


- Ir a pé. Uma caminhada de uns 4km, porém se a maré estiver cheia, você precisa atravessar em uma canoa que custava R$2 (por pessoa).

- Ir de carroça até o canal (R$5), atravessar de canoa (R$2), e pegar outra carroça (R$10).

- Se a maré estiver seca e você estiver com disposição, dá pra fazer todo percurso a pé e sem gastar nada.


A extensão da praia é bem grande, e conta com várias barracas que ficam suspensas para não serem levadas pela maré. Realmente, a Praia da Princesa é uma ótima dica. Um bom lugar para relaxar e curtir a natureza.



Pra fechar com chave de ouro, nossa passagem por Algodoal, pegamos um pôr-do-sol incrível e ainda tivemos a oportunidade de participar de uma festa de carimbó que estava acontecendo naquele final de tarde.



Como passamos apenas um final de semana, não conhecemos toda a Ilha. Um outro lugar muito indicado pelos nativos, é a Praia Fortalezinha. Com certeza em uma próxima oportunidade, iremos conhecê-la.


Confere o vídeo que fizemos da nossa passagem pela Ilha de Algodoal ;)



#DoNorteAoNorte #DNN #Algodoal #Pará #IlhaDeAlgodoal #Carimbó

0 visualização

© 2019 por Do Norte Ao Norte. Todos os direitos reservados.

por onde passamos
contato